InfoBee Extrato de própolis: como é fabricado e para que serve? - InfoBee
InfoBee
E-mail de contato

contato@infobeebr.com.br

Telefone de contato

(91) 3204-1050

Extrato de própolis: como é fabricado e para que serve?

Data: 03/11/2022 - por Canal Agro

Conheça melhor o extrato de própolis e os seus benefícios para os seres humanos

O extrato de própolis é conhecido popularmente como um remédio natural contra doenças e sintomas variados, por exemplo dor de garganta. Conheça melhor o produto.

Como é feito o própolis?

O própolis é feito por meio de resinas que as abelhas colhem de folhas, cascas de plantas, brotos etc. Essas substâncias são manipuladas por esses insetos com as patas e a mandíbula; então, nesse processo, misturam-se secreção salivar e pólen ao produto. O resultado disso é armazenado na corbícula, uma parte da tíbia da perna traseira da abelha, que também é conhecida como “cesta de pólen”.

O própolis protege a colmeia e ajuda a organizá-la. (Fonte: Pexels/Reprodução)
O própolis protege a colmeia e ajuda a organizá-la. (Fonte: Pexels/Reprodução)

Depois disso, o produto é levado para a colmeia e novamente é misturado à secreção salivar, ao pólen e à cera; por fim, sendo utilizado para revestir a colmeia. Nela, o própolis tem várias funções simultaneamente: é usado para a vedação das aberturas, eliminação de espaços indesejáveis, construção e renovação das películas protetoras dos favos e ainda higieniza a colmeia.

Dessa forma, é esse papel de higienização que também é muito útil aos seres humanos. Muitas pesquisas demonstram as propriedades antibacterianas do própolis, que impedem a proliferação de microrganismos e a contaminação tanto na colmeia quanto em nossos corpos.

O nome “própolis” vem exatamente dessa função, de proteger a colmeia, e a palavra é a junção, em grego, de pro (em favor) e polis (cidade).

De acordo com a região e a espécie das abelhas, o própolis pode variar de sabor e de coloração.

Como é produzido o extrato de própolis?

Para produzir o extrato de própolis, o apicultor deve realizar a raspagem da colmeia, o que é feito a cada 15 dias e preferencialmente na primavera. Depois, ele é filtrado para retirar as impurezas e macerado com álcool. Após outras etapas produtivas, alcança-se a formulação final, com a concentração desejada.

Existem maneiras de produzir o extrato de própolis sem recorrer à solução alcoólica, apesar dessa ser mais tradicional.

Construção de colmeia. (Fonte: Pexels/Reprodução)
Construção de colmeia. (Fonte: Pexels/Reprodução)

Para que serve o extrato de própolis?

Comumente utilizado para doenças respiratórias, como gripes, resfriados e dor de garganta, o própolis tem propriedades conhecidas, como anti-inflamatória, antibacteriana, antiviral e antifúngica. Além disso, pode atuar como cicatrizante, anestésico e estimulante do sistema imunológico.

Entre os elementos presentes no própolis estão diversos compostos e vitaminas fundamentais ao corpo, como cálcio, cobre, ferro, estrôncio, manganês, alumínio e vitaminas B1, B2, B6, C e E.

A utilização do própolis se remete à Antiguidade. Há milênios, as civilizações chinesa, egípcia e grega conheciam as propriedades dessa substância, utilizando-a no tratamento de feridas e infecções.

Alguns estudos mais recentes indicam que as propriedades do própolis podem ser usadas em tratamentos imunoestimulantes e contra tumores.